Santa Casa de SP realiza cerimônia de abertura da campanha Novembro Azul Apresentação do Coral Canta Santa marca o início oficial das atividades de conscientização sobre o câncer de próstata

Compartilhar :

Professores, Médicos e integrantes do Coral Canta Santa durante abertura da Campanha Novembro Azul. Clique na imagem para ver mais fotos

Nesta segunda-feira, 5, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo iniciou oficialmente as ações de conscientização preparadas para a Campanha Novembro Azul, que tem a finalidade de prevenir e combater o câncer de próstata.  A equipe de Urologia da Santa Casa de SP, juntamente com o Centro Integrado de Humanização (CIH) do hospital, organizou cerimônia aberta ao público na Capela Nossa Senhora da Misericórdia, com a apresentação do Coral Canta Santa.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de próstata é o segundo tumor mais incidente no homem, perdendo apenas para o câncer de pele não melanoma.  A estimativa do órgão é que 2018 registre mais de 68 mil casos novos de câncer na próstata e cerca de 14 mil mortes devido à doença.

Ao longo do mês, atividades de informação e esclarecimento de dúvidas irão conscientizar a população masculina sobre a necessidade de manter hábitos saudáveis e fazer exames de rotina. A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda a realização anual do rastreamento para o câncer de próstata a todos os homens dos 50 aos 75 anos.  Os exames a serem realizados uma vez por ano são a dosagem no sangue do PSA (sigla em inglês para “antígeno prostático específico”) e o toque retal, sendo que um não exclui o outro.

“O câncer de próstata é conhecido como uma doença do envelhecimento masculino, ou seja, aumenta a sua incidência com a idade”, explicou o Prof. Dr. Luis Gustavo Morato de Toledo, chefe do Serviço de Urologia do hospital e professor da Disciplina de Urologia da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Santa Casa de SP. “A detecção precoce é importante para evitar o diagnóstico em fase avançada, quando não há chance de cura, e facilitar o tratamento, evitando complicações e sequelas”, frisou o professor, lembrando que, em sua fase inicial, o tumor não apresenta sintomas.

Obesidade e sedentarismo são fatores de risco, portanto, é importante manter alimentação saudável e praticar exercícios físicos como forma de prevenção. Homens negros ou com histórico familiar de câncer de próstata também apresentam maior incidência deste tipo de câncer.

Além do professor Toledo, participaram da abertura da campanha o Prof. Dr Roni de Carvalho Fernandes, responsável pelo Serviço de Uro-oncologia da Santa Casa de SP; o Prof. Dr. Marjo Perez, docente da FCM da Santa Casa e o Prof. Dr. Rodrigo Altenfelder Silva, diretor do Departamento de Cirurgia da Santa Casa de SP, entre outros professores e médicos da equipe de Urologia. Estudantes, funcionários, pacientes e visitantes também prestigiaram o evento.

Para saber mais:

Campanha Novembro Azul – Sociedade Brasileira de Urologia

Tipos de tumores, diagnóstico e exames

Homem que faz exame anual de rotina de próstata se cuida mais em todos os aspectos de saúde

Cartilha do Inca sobre Câncer de Próstata

No início, o câncer de próstata não gera sintomas – Rádio CBN

Prevenção e Diagnóstico Precoce do Câncer de Próstata

Entrevista com o Prof. Dr. Roni de Carvalho Fernandes

87 visualizações

Compartilhar :