Caminhada do Silêncio Será no dia 23 de setembro, no Parque Villa-Lobos, em São Paulo, SP

Compartilhar :

O Parque Villa-Lobos, em São Paulo, receberá, pela sétima vez, a Caminhada do Silêncio. O evento, promovido e realizado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, será realizado no dia 23 de setembro e comemora o Dia Nacional do Surdo (dia 26 de setembro). A caminhada pelo Parque, além de celebrar a data, destaca a cada vez maior inserção do surdo na sociedade, o respeito e o fim do injustificado estigma da incomunicabilidade do surdo.

A Caminhada do Silêncio terá início às 8h30, com um encontro no portão principal do Parque Villa-Lobos. Às 9h, os participantes (surdos, familiares, amigos, fonoaudiólogos, outros profissionais da saúde e quem mais quiser se juntar) saem para uma volta no Parque (cerca de três quilômetros). Quem novamente estará presente na Caminhada é a superstar Duda – uma boneca adaptada com “ouvido biônico”, que capta o volume dos tocadores de música e faz a medição dos decibéis. O objetivo é uma campanha que alerte as pessoas sobre os prejuízos que ouvir música pelos fones de ouvidos com o volume exageradamente elevado causam à audição.

Nossa luta é para que acabe o preconceito social contra o surdo, que faz com que ele não queira usar aparelho ou sinta-se constrangido de trocar a pilha do aparelho em público, ou ainda que algumas mães sintam despreparadas com a chegada de um filho surdo, achando que ele jamais será independente. “Independentemente da forma de comunicação, oral ou por língua de sinais, este evento quer ouvir os gritos, silenciosos ou não, de surdos, familiares, amigos e profissionais de saúde” explica Cilmara Levy, fonoaudióloga e coordenadora da Caminhada do Silêncio.

Segundo o censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 9,7 milhões de brasileiros declararam possuir alguma deficiência auditiva. E, de acordo com relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2011, 28 milhões de pessoas no Brasil possuíam algum tipo de acuidade auditiva.

Informações:
Profa. Dra. Cilmara Levy
cilmara.levy@gmail.com

 

99 visualizações

Compartilhar :